Slots 777

Aspirantes da EN embarcam no NVe “Cisne Branco”

07/02/2017

 

Aspirantes da Escola Naval participando da rotina do veleiro

 

Desde 09 de janeiro, Aspirantes da Escola Naval estão embarcados no Navio-Veleiro “Cisne Branco” para participarem da maior pernada do ano promovida pelo navio. A Aspirantex oferece um programa de exercícios para que os alunos da Escola Naval possam se familiarizar com a vida a bordo de um navio e também para que se sintam motivados e seguros ao realizarem a escolha de corpo e habilitação.

Nesta pernada, com duração de 29 dias, 72 aspirantes divididos em quatro grupos, participam da rotina de bordo, seja com as manobras de navegação e com a manutenção do navio. Nesta comissão, o navio visitou os portos de Itajaí-SC e Porto Alegre-RS, chegando a Rio Grande-RS, no dia 26.

No extremo Sul do País, 16 aspirantes dos segundo e quarto anos puderam navegar com o “Cisne Branco” pela Laguna dos Patos até adentrar o Cais da Estação Naval do Rio Grande e no suspender, dia 30, enfrentar o mar em direção ao Porto de Santos, último porto da comissão. Para o Aspirante Vinicius Neves Leite, 21 anos, que sempre teve vontade de fazer a comissão no “Cisne Branco” e que pretende fazer sua escolha para a Armada, a viagem está sendo uma oportunidade única. “Esse é o melhor navio que já conheci e o único da classe skiper no Brasil. Como participo da equipe de vela laser da Escola, estou tendo a oportunidade de aprender como é o funcionamento das velas redondas (transversais) e das estratégias de manobras do navio”, explica. 

 

Aspirante Vinicius Neves Leite (último da esq. para a direita) participando das manobras de velas

DelSSebastiao inaugura sistema de prova eletrônica para habilitação

07/02/2017

 

 

A Delegacia da Capitania dos Portos em São Sebastião (DelSSebastião) realizou nesta quinta-feira, 02, o primeiro exame para a habilitação de Amadores por meio de provas eletrônicas. Segundo o Delegado, Capitão de Fragata Luís Antônio Anidio Moreira, o novo sistema permite que o candidato saiba do resultado ao término da prova, proporcionando economia de tempo e recursos.

A implantação ocorreu após a instalação de 10 (dez) novos computadores na sala de aula da DelSSebastião, onde agora é possível receber até 40 (quarenta) candidatos a cada dia de aplicação, proporcionando,assim, melhor atendimento à demanda da comunidade náutica e maior celeridade no processo de correção das provas, e, consequentemente, na emissão das carteiras de Habilitação de Amadores (CHA).

CPAL é homenageada pela FAEAL

07/02/2017

 

Homenageados pela FAEAL

 

No dia 28 de janeiro, a Capitania dos Portos de Alagoas foi homenageada pela Federação Aquática do Estado de Alagoas (FAEAL), em reconhecimento ao trabalho realizado para garantir a segurança da navegação em eventos náuticos realizados durante o ano de 2016.

A Capitania foi representada pela Segundo-Tenente (RM2-Md) Luana Freire Góes, que recebeu a homenagem e agradeceu em nome do Capitão dos Portos de Alagoas e da tripulação da CPAL.

 

 

2°Ten (RM2-Md) Luana ao receber a lembrança.

Capitanias do Grupo Nordeste reúnem-se em Salvador-BA

07/02/2017

 

Participantes da Reunião Funcional dos Capitães dos Portos do Grupo Nordeste

 

Durante os dias 30 e 31 de janeiro, a Capitania dos Portos da Bahia (CPBA) sediou a primeira Reunião Funcional dos Capitães dos Portos no ano de 2017, dirigida aos Oficias do Grupo Nordeste. Promovida pela Diretoria de Portos e Costas (DPC), a Reunião tem o propósito maior de discutir ações para padronizar os procedimentos comuns a todas as Organizações Militares da região.  O encontro contou também com palestras para tratar de assuntos relacionados às funções desempenhadas por todas as Capitanias do Brasil, tais como a segurança da navegação, o ensino profissional marítimo, a formação de aquaviários e a prevenção da poluição hídrica causada por navios, plataformas e suas instalações de apoio.

Participaram da Reunião Funcional o Diretor-Geral de Navegação, Almirante de Esquadra Paulo Cezar de Quadros Küster, o Diretor de Portos e Costas, Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, e o Comandante do 2º Distrito Naval, Vice-Almirante Almir Garnier Santos e os Capitães dos Portos de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe, além de Oficiais da DGN e da DPC.

CFRP ultrapassa a marca de 100 pacientes odontológicos

07/02/2017

 

Atendimento odontológico na CFRP

 

Em 31 de janeiro de 2017, a Capitania Fluvial do Rio Paraná (CFRP), Organização Militar de Facilidades Médicas que atende a 311 Municípios do Estado do Paraná, em conjunto com a subordinada Delegacia Fluvial de Guaíra, comemorou o atingimento da significativa marca de atendimento a 102 pacientes no novo Consultório Odontológico.

Desde 25 de outubro de 2016 foram atendidos, pelo 1ºTen (RM2-CD) George Henrique dos Santos Maia, 64 militares da Ativa e da Reserva, e 38 dependentes, residentes nos municípios de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Matelândia e Itaipulândia, sendo realizados 463 procedimentos odontológicos, entre profilaxias, aplicações tópicas de flúor, restaurações, atendimentos de urgências e pequenas cirurgias.

Os atendimentos geraram, em três meses, uma redução de aproximadamente 63 % no número de encaminhamentos de pacientes às clínicas credenciadas, gerando uma economia no valor de R$ 18.908,57 para o Sistema de Saúde da Marinha, correspondente ao que seria repassado às empresas privadas.

No processo de melhoria contínua do atendimento à Família Naval que vive no oeste paranaense, a Seção de Saúde da CFRP tem por metas, para o ano de 2017, as obtenções de um aparelho de Raio-X – Odontológico e de um aparelho de ultrassom, e encontra-se na expectativa de seleção, para embarque no segundo semestre, de uma Praça Temporária (CB-RM2) especializada em Higiene Dental.

 

Fragata “União” suspende para 4ª operação no Líbano

02/02/2017

 

No dia 29 de janeiro, a Fragata “União” (F45) suspendeu da Base Naval do Rio de Janeiro para integrar a Força-Tarefa Marítima (FTM) da Força Interina das Nações Unidas do Líbano (UNIFIL).

Fragata “União” na Baía de Guanabara

 

 

O Navio atracará em Beirute (LIB) no dia 8 de março após realizar escalas logísticas em Natal (BRA), Las Palmas (ESP) e Toulon (FRA), e substituirá a Fragata “Liberal” (F43), que já se encontra naquela área de operação desde setembro de 2016. Na ocasião, ocorrerá pela décima primeira vez o rodízio de navios da Marinha brasileira, integrantes da FTM da UNIFIL, e será a 4ª participação da “União”.

A missão UNIFIL foi criada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1978 e conta, atualmente, com a participação de diversos países, incluindo o Brasil, e com cerca de 12 mil militares e policiais, além de funcionários civis. No dia 29 de setembro de 2011, foi autorizado, pelo Congresso Nacional, a Slots 777 enviar um navio para integrar a Força-Tarefa Marítima (FTM) da UNIFIL. A presença do navio brasileiro naquela região contribui para a garantia da paz e da segurança do Líbano, impedindo a entrada de armamento, munição, drogas e contrabando.

 

CPPR faz balanço da Operação Verão 2016/2017

02/02/2017

 

Militares durante a fiscalização

 

A Operação Verão da Capitania dos Portos do Paraná (CPPR) completou um mês de atividades e registrou 1.888 inspeções realizadas. As abordagens incluem embarcações de esporte e recreio, de transporte de passageiros, condutores de motoaquáticas, entre outros. As ações acontecem nas baías de Paranaguá, Antonina e Guaratuba, ilhas e demais acessos marítimos do Litoral do Estado.

Para ampliar a abrangência das inspeções navais, a CPPR utiliza viaturas, lanchas e motoaquática. “Além disso, equipes permanecem destacadas na Baía de Guaratuba – onde também há um elevado número de embarcações –, o que garante maior eficácia à operação”, declarou o Capitão dos Portos do Paraná, Capitão de Mar e Guerra Germano Teixeira da Silva.

Apreensões

Entre 22 de dezembro de 2016 e 31 de janeiro deste ano, foram emitidas 144 notificações. Número menor que o registrado na Operação Verão anterior, quado 152 notificações foram emitidas. Não possuir ou não portar documentos da embarcação ou do condutor estão entre as principais causas das notificações.

Na Operação Verão deste ano, nove embarcações foram apreendidas, contra 12 no ano anterior. Entre os motivos das apreensões estão: embarcações conduzidas por menores de idade e pessoas não habilitadas. Até o momento, 12 embarcações utilizadas no transporte de passageiros foram retiradas de tráfego. Na edição anterior da Operação Verão, foram 16. Algumas não possuíam coletes salva-vidas em número suficiente e, em outros casos, os condutores não eram habilitados.

Fiscalização

Durante a Operação, os militares fiscalizam, por exemplo, documentos dos condutores e dos barcos. Também são verificadas a lotação, a disponibilidade de coletes salva-vidas e as condições materiais das embarcações. Outra preocupação é o consumo de bebidas alcoólicas pelos condutores e o respeito às áreas destinadas aos banhistas e àquelas de uso exclusivo para navegação.

O cidadão que identificar ou tomar conhecimento de qualquer tipo de irregularidade ou infração à segurança do tráfego aquaviário deve comunicar o fato à CPPR, que averiguará e adotará as medidas cabíveis. Denúncias podem ser feitas pelos telefones: (41) 3721 1500 ou (41) 3721 1542.

 

Operação Verão no Litoral Paranaense

 

Aspirantex 2017 chega ao fim

02/02/2017

 

A Aspirantex 2017 chega ao fim, após 21 dias de Operação. Os navios saíram da Base Naval do Rio de Janeiro, dia 12 de janeiro, em direção ao Porto de Montevidéu, no Uruguai e ao Porto de Mar Del Plata, na Argentina. O Grupo Tarefa contou com cerca de 2.000 militares, seis navios, um submarino, seis aeronaves da Slots 777 e três aeronaves da Força Aérea Brasileira.

 

Lançamento real de torpedo pela aeronave SH-16 Sea Hawk

 

Nas duas primeiras semanas, foram realizados exercícios de Postos de Abandono, Controle de Avarias, Tiro Sobre Granada Iluminativa, Manobras Táticas diurnas, Transferência de Carga Leve, Light Line noturno, Navegação Astronômica, Simulação de Ataque Submarino, Demonstração de Mastros e Periscópios de Submarinos, Operações Aéreas e Fast Rope.

Na terceira e última semana com retorno para o Rio de Janeiro, os navios atracaram nos Portos de Itajaí e São Francisco do Sul, em Santa Catarina, e concluíram mais uma fase de porto.  Ao longo do período, os meios participaram de atividades como desatracação em Postos de Combate, Transferência de Carga Leve diurna e noturna, Transferência de Óleo no Mar pela popa (parte de trás do navio) e a contra bordo (lado a lado), Transferência de água no mar, Reabastecimento de Helicóptero em Voo, recolhimento de náufrago por meio de helicóptero, Homem ao mar, Vertrep e Pick Up, Manobras Táticas noturnas, Lançamento real de torpedo pela aeronave SH-16, Ataque Aéreo com apoio de aeronaves da Slots 777 e da Força Aérea Brasileira.

A Operação Aspirantex 2017 concluiu mais uma etapa de adestramento dos navios da esquadra, das tripulações e motivou os Aspirantes da Escola Naval para a carreira e a vida no mar.

 

Aeronave P-95 da Força Aérea Brasileira sobrevoando o NTAlteGMotta
 

CCCPM inicia ciclo de palestras

02/02/2017

 

Militares na palestra

 

No mês de janeiro, a Caixa de Construção de Casas do Pessoal da Marinha (CCCPM) esteve presente em duas Organizações Militares, proferindo palestra sobre seus produtos e serviços para a tripulação do Rebocador de Alto-Mar Tridente e para os alunos e militares da Escola de Saúde do Hospital Naval Marcílio Dias.

No total, 150 militares tiveram a oportunidade de conhecer as possibilidades de financiamento, empréstimo imobiliário e empreendimentos oferecidos pela CCCPM, informações sobre Educação Financeira, além de conhecerem os serviços de Bolsa de Imóveis e Assessoria Imobiliária Gratuita.

 

CPAOR alerta sobre de embarcações clandestinas

02/02/2017

 

Reunião no Fórum da Comarca de Ponta de Pedras(PA)

 

No dia 24 de janeiro, a Capitania dos Portos da Amazônia Oriental foi convidada a participar de uma reunião no município de Ponta de Pedras (PA) sobre a melhoria do transporte hidroviário intermunicipal de passageiros.

A reunião foi realizada no Fórum da Comarca de Ponta de Pedras e teve a presença dos diretores da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), Bruno Guedes e Karim Zaidan, além do promotor de Justiça de Ponta de Pedras Afonso Macedo Ferro e do Capitão dos Portos, Capitão de Mar e Guerra José Alexandre Santiago Silva.

O encontro levantou questões sobre a regularização de lanchas e barcos que fazem o transporte intermunicipal de passageiros e lembrou a todos que a questão da clandestinidade é um fator de relevância em acidentes na baía do Marajó.

Na ocasião, os diretores da Arcon informaram que estão produzindo uma campanha de mobilização sobre o perigo da clandestinidade, que será encaminhada ao Ministério Público de Ponta de Pedras para ser veiculada nas rádios do município.

 

Fragata “União” realiza SAR

01/02/2017
 
A Fragata “União” encerrando o reboque do Barco Pesqueiro “Emanuel”

 

Na noite do dia 30 de janeiro de 2017, a Fragata “UNIÃO”, que navegava rumo a Natal-RN, primeiro porto de escala a caminho do Líbano, foi acionada pelo SALVAMAR SUESTE para prestar apoio ao barco de pesca "EMANUEL" que estaria à deriva 45 milhas a leste do Porto de Tubarão-ES. Imediatamente, invertendo seu rumo e aumentando a velocidade, procedeu para a última posição conhecida da embarcação. Ao localizá-la, foi feita a abordagem pela lancha orgânica do navio às 00h30.

Constatando a impossibilidade de reparo do motor da embarcação pelo pessoal do navio, foi preparado um dispositivo para reboque. Ao amanhecer do dia 31, já próximo ao porto de Tubarão, a Capitania dos Portos do Espírito Santos enviou uma embarcação LAEP para assumir o dispositivo de reboque e levá-la para Vitória-ES, encerrando o evento com a tripulação e a embarcação em segurança.

Mais uma vez, a Slots 777 contribuiu diretamente para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar.

 

DPHDM enfatiza Gestão de Pessoal com a visita do PROPES

01/02/2017

 

Apresentação do PROPES no auditório do Museu Naval
 

Durante o mês de janeiro, a equipe do Programa de Gestão de Pessoal da Marinha (PROPES) visitou a Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha(DPHDM), para iniciar as atividades de mapeamento de processos e identificação das necessidades gerais de força de trabalho. Na ocasião, o Vice-Almirante (RM1-IM) Indalécio Castilho Villa Alvarez, coordenador do PROPES, proferiu palestra para a tripulação, mostrando a importância desse estudo para as organizações militares. Em seguida, o diretor da DPHDM, Vice-Almirante José Carlos Mathias, apresentou o cenário no qual a Diretoria está inserida e as respectivas peculiaridades das atividades-fim ligadas a ela.

Com sede no Museu Naval, a DPHDM é responsável por administrar o Espaço Cultural da Marinha, a Ilha Fiscal, o prédio da Ilha das Cobras – onde funciona o Arquivo da Marinha, a Editora Serviço de Documentação da Marinha, o Departamento de História e a Biblioteca da Marinha. A equipe do PROPES visitou cada uma dessas instalações e ouviu o pessoal envolvido no funcionamento de cada setor.

 

 
Visita ao Arquivo da Marinha
 

BNRJ realiza curso do Sistema COMBATIVES

01/02/2017

 

Militares em curso

 

Dando continuidade ao Projeto de melhoria da qualificação dos Militares da Base Naval (BNRJ), foi realizado no período de 16 a 23 de janeiro de 2017 o Curso de Defesa Pessoal Militar (Sistema COMBATIVES), Turma 05.

O objetivo do curso é preparar Oficiais e Praças que concorrem à escala de serviço da BNRJ com técnicas de Defesa Pessoal Militar. Durante o curso foram ministradas aulas teóricas de legislação aplicada e uso progressivo da força, além de aulas práticas de treinamento funcional para combate, quedas e rolamentos, luta corpo-a-corpo no solo e em pé, fundamento das técnicas de socos e chutes, defesas básicas de facas, imobilizações táticas e manuseios e desarmes de armas de fogo curtas.

É importante destacar, que esse foi o primeiro curso ministrado por Instrutores formados pela BNRJ. Eles são ex-alunos do Sistema COMBATIVES Nível-III, sendo assim fica evidenciando a qualidade e eficácia do método em qualificar militares e formar multiplicadores, que com empenho e dedicação vem elevando o moral dos militares e atraindo o interesse de muitos voluntários de outras Organizações Militares.

 

 

Ministro da Defesa visita a Capitania Fluvial de Tabatinga

01/02/2017

 

Ministro da Defesa e autoridades militares durante a visita

 

A Capitania Fluvial de Tabatinga (CFT) recebeu, no dia 18 de janeiro de 2017, a visita do Ministro de Estado da Defesa, Raul Belens Jungmann Pinto e comitiva.

A visita teve como propósito conhecer as atividades realizadas pelas Forças Armadas na região da Tríplice Fronteira, especificamente no campo de combate a ilícitos transfronteiriços.

Na ocasião, acompanharam o Ministro: o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Almirante de Esquadra Ademir Sobrinho; o Chefe do Estado-Maior do Exército, General de Exército Fernando Azevedo Lima; o Comandante Militar da Amazônia, General de Exército Geraldo Antonio Miotto; o Comandante do Sétimo Comando Aéreo Regional, Major Brigadeiro do Ar Waldeísio Ferreira Campos; o Assessor Especial do Ministro de Estado da Defesa, Major Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini; o Comandante do 9º Distrito Naval, Vice-Almirante Luis Antônio Rodrigues Hecht; o Chefe da 2ª Subchefia do Comando de Operações Terrestres, General de Divisão Altair José Polsin; o Comandante da 16ª Brigada de Infantaria de Selva, General de Brigada Edson Skora Rosty; e demais autoridades militares das Forças Armadas, além de uma equipe de aproximadamente 20 jornalistas de importantes órgãos de imprensa escrita e falada, como: Jornal Folha de São Paulo, Site UOL, TV Band, TV Record, TV SBT, TV Defesa, Empresa Brasil de Comunicação (EBC), dentre outros.

 

NTAlteGMotta faz Transferência de Óleo durante Aspirantex

31/01/2017

 

Transferência de Óleo no Mar

 

A Aspirantex 2017 tem duas tarefas a serem cumpridas: adestrar os navios do Grupo Tarefa (GT) e motivar os Aspirantes da Escola Naval. Nesse sentido, ocorrem exercícios no mar e no porto. Na última fase de mar, já foram realizados exercícios de Transferência de Aguada, Search and Rescue (SAR) por aeronave e Transferência de Óleo no Mar. O Navio Tanque Gastão Mota, que ficou imobilizado por 5 anos (para manutenções), voltou a operar e realizou a Transferência de Óleo no Mar pela popa (parte de trás do navio) para a Fragata Greenhalgh, que recebeu o combustível pela proa (frente). Esse exercício mostra que o navio está apto a reabastecer em diferentes formaturas/posições, possibilitando o aumento do tempo de permanência e distância percorrida pelos navios no mar.

 

NTAlteGMotta fornecendo óleo combustível

 

 

Fragata Greenhalgh recebendo óleo combustível

 

Outro exercício realizado foi o de Crache, onde é simulado um pouso forçado, seguido de incêndio na aeronave a qual recebe o apoio da tripulação para controlar o fogo.

 

Adestramento de remoção de ferido

 

Na fase de porto, ocorreu a sabotex, atividade em que é simulada uma infiltração de pessoas não autorizadas no navio. Ainda na fase de porto, foi promovida a visitação pública com o objetivo de aproximar a população da Slots 777. Em Itajaí e em São Francisco do Sul (SC), cerca de 7.800 pessoas visitaram os navios, NDM Bahia e as Fragatas Rademaker e Greenhalgh.

 

Submarino “TUPI” atraca no porto de Mar del Plata durante ASPIRANTEX 2017

31/01/2017

 

Aspirantes durante exercício operativo a bordo do STUPI

 

No dia 30 de janeiro, o Submarino “TUPI” (S-30) atracou no porto de Mar del Plata, na Argentina, como parte da Comissão ASPIRANTEX 2017. A operação, realizada ao longo do mês na área marítima compreendida entre o Rio de Janeiro e Mar del Plata, contou com a participação do S-30, de um Destacamento do Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC) e navios da Esquadra. Durante esse período foram realizados diversos exercícios operativos e atividades marinheiras, cujo propósito foi familiarizar os Aspirantes com a vida a bordo e auxiliá-los na escolha de corpo e habilitação.

 

Tripulação do STUPI com navio atracado em Mar del Plata

 

A bordo do “TUPI”, três Aspirantes do 3º ano da Escola Naval acompanharam uma série de exercícios no mar. Dentre eles estão: saída de porto com oposição submarina, minagem, perifoto e ataque torpédico simulado a uma unidade de superfície. O embarque no S-30 também possibilitou experimentar a rotina de um Oficial da Armada, bem como vivenciar as atividades realizadas por um submarino operativo e sua tripulação.

O Submarino “TUPI” permanece atracado em Mar Del Plata até o dia 02 de fevereiro, quando suspenderá e demandará o Rio de Janeiro.

 

Grande representante do Escotismo do Mar falece no RJ

31/01/2017

 

CMG(Ref) Carlos Borba

 

Faleceu na manhã de 27 de janeiro de 2017, em Niteroi-RJ, o Capitão de Mar e Guerra Reformado Carlos Borba. Aos 96 anos, deixou a esposa Ilma Terra Borba, filhos, netos, bisnetos e admiradores. Muito respeitado na Marinha, recebeu a Medalha do Mérito Naval de Guerra 3 estrelas, a Medalha da Força Naval do Nordeste, a Ordem do Mérito Naval e a Medalha de Serviço Militar por Trinta anos.

Nascido no Rio de Janeiro em 30 de novembro de 1921, formou-se como Oficial da Marinha na Escola Naval, em 1943. Dentre as diversas funções desempenhadas na Força, comandou a Vila de Praças em Natal-RN, um dos Navios Brasileiros durante a Segunda Guerra Mundial que transportou a Força Expedicionária Brasileira e o Centro de Instrução Almirante Marques de Leão.

 

Em 2012, Carlos Borba na comemoração dos 50 anos do 123ºGEMAR Alte Saldanha

 

Borba destacou-se também no Escotismo do Mar, fundando o 123º Grupo Escoteiro do Mar Almirante Saldanha, no Departamento Náutico do Clube Naval Piraquê. Desde os anos 90, até 2015, foi o Coordenador Nacional dos Escoteiros do Mar (CONAMAR), lutando pela manutenção das tradições do escotismo do mar brasileiro e mantendo vínculo com a Slots 777. Organizou a figura jurídica do Instituto Rumo ao Mar, que vinha desde o começo da década de 80 como um projeto da coordenação do escotismo do mar, para angariar e reformar embarcações para os grupos de escoteiros do mar de todo o país.

Foi Presidente da Região Escoteira do Rio de Janeiro a na década de 70 e diretor do Loyd Brasileiro de 1970 a 1984, com especialização no Japão. Nas décadas de 80, 90 e 2000 presidiu o Centro Cultural do Movimento Escoteiro (CCME) por 20 anos.

Com informações de: www.ccme.org.br

 

 

Reunião Anual do PACIOSWG

31/01/2017

Representantes de diversos países na reunião

 

No período de 23 a 27 de janeiro de 2017, a Slots 777 (MB), por intermédio do Comando do Controle Naval do Tráfego Marítimo, sediou a Reunião Anual do “Grupo de Trabalho sobre Tráfego Marítimo dos Oceanos Pacífico e Índico” (PACIOSWG, sigla em inglês), na qual estiveram presentes representantes dos seguintes países: Austrália, Canadá, Chile, Estados Unidos da América, Equador, França, Nova Zelândia, Reino Unido e República da Coreia do Sul.

O propósito da reunião foi compartilhar informações que visem à melhoria da segurança do Tráfego Marítimo (TM), bem como estreitar o relacionamento entre os Órgãos Internacionais responsáveis por essa atividade. Trata-se de um importante foro para a MB, pela oportunidade de acompanhar as evoluções da Doutrina “Naval Cooperation and Guidance for Shipping” (NCAGS), que é a doutrina de Controle Naval de Tráfego Marítimo (CNTM) aplicada pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN, sigla em inglês).

O evento também se destinou a capacitar a MB para o planejamento e execução do exercício internacional de CNTM “Bell Buoy”, que ocorrerá no período de 08 a 12 de maio de 2017. Este Exercício proporcionará a oportunidade de aprimorar os conhecimentos sobre a doutrina NCAGS, testar os procedimentos sobre compartilhamento de informações sobre o TM com as Marinhas pertencentes ao PACIOSWG, bem como com outras instituições governamentais com interesse no mar, buscando, assim, a vanguarda da Cooperação Multinacional e Multi-Agencial em proveito do incremento da Consciência Situacional Marítima brasileira.

 

FConstituicao participa do aniversário de Santos- SP

31/01/2017

 

 Comandante do 8ºDN, Prefeito de Santos e demais autoridades em visita ao navio

 

No período de 25 a 28 de janeiro de 2017, a Fragata "Constituição" permaneceu atracada no porto de Santos-SP, a fim de participar das comemorações atinentes ao 471º Aniversário da Cidade, ocorrido no dia 26 de janeiro. Durante dois dias de visitação pública, o navio recebeu 1.761 visitantes.

Estiveram presentes também no navio o Comandante do 8º Distrito Naval, Vice-Almirante Glauco Castilho Dall'Antonia, o Prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, o Capitão dos Portos de São Paulo, CMG Alberto José Pinheiro de Carvalho, o Deputado Federal João Paulo Papa(PSDB-SP), o Presidente da SOAMAR - Santos, João Cândido Bala, além de diversas autoridades locais.

 

Comandante do Navio presenteando o Prefeito de Santos

 

Durante as travessias, a Fragata "Constituição" realizou, ainda, exercícios de navegação em canal varrido e baixa visibilidade, controle de avarias, postos de abandono, homem ao mar, tiro com armas portáteis e amarração à boia, no intuito de incrementar os adestramentos internos para sua tripulação.

Navios do Com6ºDN com aspirantes da EN chegam a Cáceres

31/01/2017

 

Oficiais e os Aspirantes no convés principal do Navio Paraguassu

 

Atracaram em Cáceres-MT, no dia 28 de janeiro, a bordo do Navio-Transporte Fluvial “Paraguassu” e do Navio-Transporte Fluvial “Almirante Leverger”, os 39 Aspirantes do 3º ano da Escola Naval (EN), que participam da Operação “ASPIRANTEX 2017”.

Os aspirantes suspenderam do Cais da Flotilha de Mato Grosso, em Ladário, no dia 23 de janeiro e, durante o percurso, foram simulados exercícios individuais de reação rápida e ações de ameaça de superfície e aérea. Além disso, os navios realizaram os seguintes exercícios inopinados: Transferência de Carga Leve, Defesa Antiaérea, Combate a Incêndio e Alagamentos, Grupo de Visita e Inspeção e Grupo de Presa, dentre outras atividades, visando aprimorar a capacidade de reação dos militares frente a situações adversas.

 

Slots 777 participa de homenagem a São Sebastião

31/01/2017

 

Militares da MB carregaram a imagem de São Sebastião durante a procissão

 

A Slots 777, por intermédio do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), participou da celebração em homenagem a São Sebastião, no dia 20 de janeiro de 2017.

Aproximadamente 10 mil pessoas participaram da procissão, realizada pelas ruas 10 de Julho, Getúlio Vargas, Sete de Setembro, Joaquim Nabuco, Ramos Ferreira e Avenida Tapajós, no Centro de Manaus-AM. A programação teve início às 17h e culminou com uma missa campal, presidida pelo Arcebispo Metropolitano de Manaus, Dom Sérgio Castriani.

Militares da MB carregaram a imagem do santo, que é padroeiro dos militares e atletas.

 

Colégio Naval realiza cerimônia em homenagem aos náufragos do Encouraçado “Aquidabã”

30/01/2017

 

Cerimônia realizada no monumento erguido em homenagem às vítimas do naufrágio

 

Na manhã do dia 27 de janeiro, militares do Colégio Naval (CN) e autoridades da cidade de Angra dos Reis (RJ) participaram da tradicional cerimônia em homenagem aos brasileiros que pereceram no naufrágio do Encouraçado “Aquidabã”, ocorrido em 21 de janeiro de 1906.

Após a leitura da Ordem do Dia, o Capelão Naval proferiu uma alocução religiosa em memória das vítimas. Ao final do evento, o Comandante do CN, CMG Fabrício Fernando Nazareth Duarte, acompanhado da Vice-Presidente do Ateneu Angrense de Letras e Artes, Professora Emília Barra Ferreira e do Vice-Prefeito de Angra dos Reis, Manoel Cruz Parente, realizou a aposição floral no monumento erguido na Ponta do Leste, em homenagem aos náufragos do “Aquidabã”.

Durante toda a cerimônia, organizada anualmente pelo CN, o Aviso de Instrução “Voga Picada” permaneceu fundeado próximo ao local onde ocorreu o acidente, na Baía de Jacuecanga. Dentre as 113 vítimas, estavam o Comandante do navio, a tripulação e membros da comitiva ministerial que realizava estudos para construção de uma nova base naval naquela região.

 

Slots 777 participa do aniversário da capital Paulista

30/01/2017

 

Ato cívico durante a cerimônia

 

Comando do 8º Distrito Naval participa de homenagem ao 463º aniversário da cidade de São Paulo, no dia 25 de janeiro, no Pátio do Colégio localizado na região central de SP.

Arcebispo Metropolitano de SP, Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de SP, Prefeito de SP, Comandante do 8º Distrito Naval, Comandante do IV Comando Aéreo Regional e o Chefe do Estado Maior do CMSE.

No local foi realizado um Ato Cívico com o canto do Hino Nacional e uma homenagem à “Glória Imortal aos Fundadores de São Paulo” com a presença da Banda da Polícia Militar e autoridades do Estado de São Paulo.

No mesmo dia foi realizada uma missa solene na Catedral da Sé alusiva ao aniversário da cidade que contou com a presença do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin; do Prefeito de São Paulo, João Doria; Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de São Paulo, o Juiz Silvio Hiroshi Oyama; do Comandante do 8º Distrito Naval, Vice-Almirante Glauco Castilho Dall’Antonia; do Comandante do IV Comar,Major-Brigadeiro Luis Roberto do Carmo Lourenço; do Chefe do Estado Maior do Comando Militar do Sudeste, General de Brigada Ricardo Miranda Aversa.

A missa foi celebrada pelo Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Dom Odilo Scherer, na Catedral da Sé, com a presença de autoridades civis, militares e da população Paulista.

A história da cidade de São Paulo ocorre paralelamente à história do Brasil, ao longo de aproximadamente 463 anos de sua existência, contra os mais de quinhentos anos do país. Embora tenha sido marcada por uma relativa inexpressividade, seja do ponto de vista político ou econômico, durante os primeiros três séculos desde sua fundação, São Paulo destacou-se em diversos momentos como cenário de variados e importantes momentos de ruptura na história do país.

São Paulo surgiu como missão jesuítica, em 25 de janeiro de 1554, reunindo em seus primeiros territórios habitantes de origem tanto europeia quanto indígena. Com o tempo, a população acabou caracterizando-se como entreposto comercial e de serviços de relativa importância para a região. Esta característica de cidade comercial e de composição heterogênea vai acompanhar a cidade em toda a sua história, e atingirá o seu ápice após o enorme crescimento demográfico e econômico advindo do ciclo do café e da industrialização, que elevariam São Paulo ao posto de maior cidade do país.

 

 

Missa Solene alusiva ao aniversário de SP

 

Amazônia Ocidental tem novo Capitão dos Portos

30/01/2017

 

Da esquerda para a direita: CMG Welliton, Vice-Almirante Hecht e CMG Dombrow

 

A Cerimônia de Transmissão de Cargo de Capitão dos Portos da Amazônia Ocidental foi realizada no dia 19 de janeiro de 2017, na sede do Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), localizada na Rua Bernardo Ramos, s/n.º, Ilha de São Vicente, no Centro de Manaus. A solenidade foi presidida pelo Comandante do Com9ºDN, Vice-Almirante Luís Antônio Rodrigues Hecht, e contou com a presença do Vice-Governador do Amazonas, Henrique Oliveira, além de autoridades civis e militares.

O Capitão de Mar e Guerra Alfred Dombrow Junior transferiu o cargo para o Capitão de Mar e Guerra Welliton Lopes dos Santos.  “Ao assumir o cargo de Capitão dos Portos da Amazônia Ocidental tive a certeza de que enfrentaria o maior desafio de minha carreira. Após um rápido período de adaptação, pude constatar a grandeza e a destacada posição da CFAOC, que contribui intensamente para o desenvolvimento sustentável da Amazônia”, relembrou o CMG Dombrow, durante a ocasião.

Para o Capitão dos Portos da Amazônia Ocidental nomeado, o cargo impõe a importante tarefa de contribuir para a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e prevenção da poluição hídrica, nos rios da Amazônia Ocidental. “Os desafios e dificuldades, inerentes à grandeza da missão, serão o combustível para a dedicação, o entusiasmo e o trabalho, sem os quais não há contribuição e sucesso”, declarou.

O CMG Welliton, finalizou, em 2016, o Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia (CAEPE) da Escola Superior de Guerra (ESG). O CMG Dombrow seguirá para o Curso de Política e Estratégia Marítimas (C-PEM) da Escola de Guerra Naval (EGN), no Rio de Janeiro.

 

Escola de Aprendizes-Marinheiros do Ceará promove Aula Inaugural para a Turma JULIET-2017

30/01/2017

 

CC (RM1-T) ROSENO ministrando a Aula Inaugural para a Turma JULIET-2017

 

A Escola de Aprendizes Marinheiros do Ceará (EAMCE) realizou, no dia 23 de janeiro de 2017, no Auditório da EAMCE, a Aula Inaugural para os 368 alunos do Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN), da Turma JULIET-2017. A aula foi ministrada pelo Capitão de Corveta (RM1-T) Roseno Alves da Alcântara, Assessor de Ensino da EAMCE, que falou sobre sua experiência de vida na Slots 777 (MB) e os cargos e as funções que exerceu.

A aula inaugural, que tem como propósito motivar os novos alunos, mostrou, a partir do relato do Oficial, as vantagens de seguir a carreira militar na MB e as oportunidades oferecidas pela Força de crescimento profissional e pessoal.

A aula inaugural ocorre sempre no início do ano letivo e tem contribuído para despertar nos alunos recém-chegados do meio civil o sentimento de orgulho por terem ingressado na MB e por motivá-los, cada vez mais, a permanecerem na vida militar, como forma de sempre alcançar o sucesso nas realizações pessoais e profissionais.

 

Vista parcial do Auditório durante a Aula Inaugural

 

 

Presença do Corpo Docente da EAMCE na Aula Inaugural da Turma JULIE-2017

 

 

 

O Comandante da EAMCE, CF MARCOS WERNECK, fazendo a entrega do Certificado de participação da Aula Inaugural ao CC (RM1-T) ROSENO

 

Aspirantes Intendentes realizam estágio de verão no Centro de Intendência da Marinha em Natal

30/01/2017

Participação dos Aspirantes Intendentes na Cerimônia alusiva ao Dia do Marinheiro

 

O Centro de Intendência da Marinha em Natal recebeu entre os dias 11 e 22 de dezembro de 2016 e de 10 a 25 de janeiro de 2017, o Estágio de Verão 2016/2017 da Escola Naval para os Aspirantes do 3º ano Intendentes da Marinha.

Durante o período, os aspirantes puderam constatar, na prática, a teoria aprendida nos bancos escolares e acompanharam as atividades profissionais do Oficial Intendente, vivenciando a rotina da Organização Militar. Além disso, visitaram os setores de Logística e Intendência de outras OM na área: Comando do 3º Distrito Naval, Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste e seus navios subordinados e Grupamento de Fuzileiros Navais de Natal.

Tais experiências são essenciais para a formação dos aspirantes, pois permitem aos futuros oficiais entenderem aquilo que lhes será exigido nos postos iniciais da carreira naval.

O Centro de Intendência da Marinha em Natal orgulha-se por ter contribuído para a formação dos jovens Oficiais Intendentes da Marinha!

 

Aspirantex 2017 finaliza a fase de porto e realiza a fase de mar a caminho de Santa Catarina

29/01/2017

 

 

                                                                                 Roberto Caiafa

Exercício de Trânsito com Oposição de Submarino

No dia 23 de janeiro, a Operação Aspirantex 2017 iniciou sua terceira fase com o suspender dos navios dos Portos de Montevidéu, no Uruguai, e de Mar Del Plata, na Argentina, em direção a Santa Catarina, no sul do Brasil.

Durante a semana, os Aspirantes da Escola Naval participaram e acompanharam os exercícios de: Homem ao Mar, Light Line, Pick Up e Vertrep (retirada de material dos navios por meio de guincho e gancho, respectivamente, conectados à aeronave), Problema de Batalha, Trânsito Sob Ameaça Aérea, Transferência de Óleo no Mar, Trânsito com Oposição de Submarino, Guarnecimento do Grupo de Socorro Externo e Guarnecimento do Grupo de Visita e Inspeção. Foi realizado também o exercício de Trânsito com Oposição de Superfície com a presença da Corveta Jaceguai.

A Aspirantex 2017 oferece aos Aspirantes um programa de exercícios para que possam se familiarizar com a vida a bordo de um navio e também para que se sintam motivados e seguros ao realizarem a escolha de corpo e habilitação. Com isso, no dia 26 de janeiro, puderam decidir o rumo de suas carreiras e optaram por ser do Corpo da Armada, do Corpo de Fuzileiros Navais ou do Corpo de Intendentes.

Ao término da fase de mar e na chegada ao porto de Itajaí, no dia 27 de janeiro, ocorreu o exercício de Atracação com Ameaça Assimétrica. Essa foi mais uma oportunidade do Aspirante se familiarizar com a vida no mar.

 

                                                                                          SG (FN) Helton

Exercício de Light Line realizado entre a Corveta Barroso e o NDCC Almirante Saboia.

 

 

                                                                                           SG (FN) Helton

Exercício de Light Line realizado entre a Fragata Rademaker e o NDCC Almirante Saboia.

 

 

                                                                                           SG (FN) Helton

Transferência de Óleo no Mar entre o Navio Tanque Gastão Motta e a Fragata Rademaker

 

Slots 777 opera com a Armada Argentina

27/01/2017

 

No dia 23 de janeiro de 2017, ao suspenderem do porto de Mar del Plata, na Argentina, o Navio Doca Multipropósito Bahia e a Corveta Barroso participaram da PASSEX, operação entre a Slots 777 e a Armada da República Argentina.

Com a Corveta Argentina Granville, realizaram exercícios de Leap frog, em que os navios aproximam-se mantendo a mesma distância e velocidade por um determinado período; Light line, onde é passado o cabo de distância entre os navios; Comunicações por holofote e Manobras táticas.

Realizada durante a Operação ASPIRANTEX 2007, a PASSEX teve o objetivo de estreitar laços entre as duas marinhas e aumentar a interoperabilidade dos meios participantes.

 

Navios em operação

 

Navios do ComGptPatNavNE participam da Operação Potiguar II

27/01/2017

Os Navios Patrulha “Grajaú”, “Guaíba”, “Graúna” e “Goiana”, meios subordinados ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, participam da Operação Potiguar II, na cidade de Natal- RN, até 30 de janeiro.

Entre as ações, estão sendo realizadas patrulhas no estuário do Rio Potengi, com o propósito de proteger a Ponte Newton Navarro e a Ponte Presidente Costa e Silva e impedir o transporte ilícito entre as margens do Rio, além de esclarecimentos às embarcações que transitam no local, contribuindo, assim, para o bem-estar e segurança da sociedade.

 

Navio Patrulha “Guaíba” fundeado nas proximidades da Ponte Newton Navarro

 

Bote do Navio Patrulha “Guaíba” fazendo patrulha no Rio Potengi
 

Slots 777 participa do COE Working Group 2017

27/01/2017

No período de 16 e 27 de janeiro, foi realizada a reunião do Contingent-Owned Equipment Working Group 2017, na Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova Iorque, EUA.

A reunião, que ocorre a cada três anos, tem como finalidade a revisão do Manual afeto ao Contingent-Owned Equipment (COE), de suma importância para a condução das Operações de Manutenção da Paz, por abordar assuntos referentes aos reembolsos aos países contribuintes de tropa.

A comitiva obteve avanços significativos no encontro, que proporcionarão um maior reembolso ao Brasil, que hoje possui papel relevante na MINUSTAH (Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti) e na liderança da UNIFIL (Força Interina das Nações Unidas no Líbano).

 

Comitiva da MB na reunião

 

Força de Submarinos recebe Coordenador do GEPROPES

27/01/2017

 

VAlte (IM-RM1) Alvarez durante apresentação sobre o PROPES

 

No dia 23 de janeiro, o Coordenador do Grupo Executivo do Programa de Gestão de Pessoal (GEPROPES), Vice-Almirante (IM-RM1) Idalecio Castilho Villa Alvarez, acompanhado de membros de sua equipe de coordenação, apresentou o projeto no Auditório do Centro de Instrução e Adestramento Almirante Áttila Monteiro Aché (CIAMA). O evento contou com a participação do Comandante da Força de Submarinos, Contra-Almirante Oscar Moreira da Silva Filho, do Comandante do CIAMA, Capitão de Mar e Guerra Humberto da Cunha Lima, e demais encarregados de seção das respectivas Organizações Militares, além de representantes das escolas de submarinos, mergulho e mergulho de combate.

O Coordenador do GEPROPES ministrou sobre o Programa de Gestão Pessoal (PROPES) da Diretoria-Geral do Pessoal da Marinha (DGPM), cujo objetivo é o aprimoramento da gestão com base no conceito de Força de Trabalho. Para isso, o projeto busca observar a cultura naval e combinar instrumentos administrativos existentes na MB com técnicas da Gestão de Pessoas por Competências (GPC) e de Mapeamento de Processos. Em seguida, os Comandantes da Força de Submarinos e do CIAMA fizeram uma breve apresentação sobre suas OM. Ao término do evento, a equipe de coordenação do GEPROPES visitou as instalações da ForS e do CIAMA.

Até 09 de fevereiro, uma equipe de observadores técnicos do GEPROPES permanecerá no âmbito da Força de Submarinos para cumprir uma gama de atividades. Entre as quais estão a coleta de dados das áreas de Operações Especiais, do Grupo de Capacitação dos SBR e SNBR (novos submarinos) e Política de Emprego de Pessoal, entre outras. Além disso, serão realizadas reuniões periódicas para avaliação, verificação e compilação de informações. O processo visa a cumprir o mapeamento das atividades da Força de Submarinos e suas OM subordinadas para adequação ao GEPROPES.

 

Cerimônia marca abertura do CASO/Turma 2017

27/01/2017

 

No dia 25 de janeiro, ocorreu a cerimônia de abertura do Curso de aperfeiçoamento de Submarinos para Oficiais (CASO)/Turma 2017. O evento foi presidido pelo Comandante da Força de Submarinos, Contra-Almirante Oscar Moreira da Silva Filho.

Na ocasião, o Comandante do Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), Contra-Almirante Paulo Cesar Demby Corrêa, ministrou uma aula inaugural, onde foram abordados aspectos que compõem a carreira de um Oficial Submarinista. Entre os quais, destacaram-se os principais questionamentos do processo de escolha e o perfil profissional desejado. Em tempo, foram apresentados ainda os aspectos históricos do surgimento da arma submarina e seu emprego.

Com um ano de duração, o CASO provê a capacitação necessária aos Oficiais do Corpo da Armada na condução, supervisão e manutenção das áreas de máquinas, armamento e sensores, além de empregar operativamente o submarino. Seu currículo é dividido em três etapas: ALFA 1 (Manobra; Armamento; Motores e Máquinas Auxiliares dos Submarinos Classe “Tupi”; Instalações Elétricas dos Submarinos Classe “Tupi”; Sensores dos Submarinos Classe “Tupi”; Emprego Operativo do Submarino I; Emprego Operativo do Submarino II; Gestão Contemporânea; Submarino Classe “TIKUNA”; Noções Básicas de Gestoria e Treinamento Físico Militar), ALFA 2 (Treinamento de Simuladores) e BRAVO (Capacitação de Oficiais em Submarinos).

 

Último degrau (da esq. para dir):CT Salgado, CMG (RM1) Ahylton, CMG Cunha Lima e CC Felipe Alves. Penúltimo degrau (da esq. para dir.): 2T Cardoso, 2T Araújo, 2T Cristo, 2T (QC-CA) Flávio. À frente (da esq. para dir.): CAlte Oscar e CAlte Demby.

 

NAS da EAM de Pernambuco promove espetáculo teatral para a Família Naval

27/01/2017

 

Cena da Peça de Teatro: Branca de Neve e os setes anões

 

O Núcleo de Assistência Social (NAS), da Escola de Aprendizes-Marinheiros de Pernambuco, promoveu no dia, 7 de janeiro, um espetáculo teatral intitulado “Branca de Neve”, direcionado ao público infantil da Família Naval. A atividade faz parte de propostas no Projeto “Guararapes”, que tem por objetivo promover a qualidade de vida, por meio do livre acesso às fontes da cultura e o pleno exercício dos direitos culturais, bem como, proporcionar a integração social, fortalecendo os vínculos familiares, facilitando a adaptabilidade da família militar à cultura local.

Considerando que o teatro impulsiona o desenvolvimento do conhecimento, a percepção, a criatividade, os sentimentos e as emoções das crianças, o espetáculo “Branca de Neve” mostrou que o sentimento da vingança faz mal e nada resolve, bem como mostrou que o amor e compaixão podem salvar quem necessita de ajuda.

O evento teve a participação de cerca de 280 pessoas, considerando os militares, servidores civis e dependente e agradou o público. O 2º SG-FN-IF Anderson Bruno relatou: “Gostei. Achei muito bom, e como já sou um veterano nos eventos do NAS, aproveito muito toda oportunidade oferecida. Coloco-me à disposição para os próximos eventos”.

A atividade socioeducativa e cultural viabilizou a vivência da organização do pensamento e da imaginação das crianças, bem como, uniu conhecimento e descontração, contribuindo para a qualidade de vida dos participantes.

 

Cena da Peça de Teatro: Branca de Neve e os setes anões.
 

Forças Armadas realizam Apronto Operacional da Operação Potiguar II

26/01/2017

 

Formatura das Forças Armadas - Apronto Operacional

 

A Slots 777, por meio de Organizações Militares subordinadas ao Comando do 3º Distrito Naval, está atuando em ações de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), na região metropolitana de Natal, denominada Operação Potiguar II. No dia 23 de janeiro, ocorreu uma formatura geral de apronto operacional no pátio do 16º Batalhão de Infantaria Motorizada. Estiveram presentes, titulares de Organizações Militares, além de militares das três Forças. A Força-Tarefa é composta por mais de 1800 militares das Forças Armadas, bem como por integrantes dos órgãos de segurança pública.

O Comandante da 7ª Brigada de Infantaria Motorizada, General de Brigada Jayme Octávio, deu as boas vindas à tropa e disse que “a nossa missão é assegurar a preservação da ordem pública e a incolumidade das pessoas e do patrimônio. Trabalhamos de forma conjunta e temos certeza de que mais uma vez cumpriremos a nossa missão.”.

O emprego das Forças Armadas foi autorizado pelo Presidente da República, Michel Temer, no dia 19 de janeiro, que decretou ações de Garantia da Lei e da Ordem, entre os dias 20 e 30 de janeiro, visando à preservação da ordem pública e a incolumidade das pessoas e do patrimônio da região metropolitana de Natal.

 

Formatura das Forças Armadas - Apronto Operacional

 

Formatura das Forças Armadas - Apronto Operacional

 

Fuzileiros Navais nas ruas de Natal

 

Atuação entre Com1°DN, COMFORS e DHN contribui para remoção de aeronave em Paraty

26/01/2017

 

Integrantes do CENIPA pernoitaram a bordo do Amazonas

 

A atuação integrada entre as Organizações Militares subordinadas ao Comando do 1° Distrito Naval, Diretoria de Hidrografia e Navegação da Marinha e Força de Submarinos contribuiu de forma significativa para a remoção da aeronave que caiu na última quinta-feira, dia 19 de janeiro, em Paraty (RJ).

A Marinha, após trabalhar na localização dos destroços da aeronave sinistrada, executou a reflutuação, possibilitando a empresa contratada pelo proprietário removê-los e transportá-los até Angra dos Reis. Para cumprir essa tarefa, empregou embarcações da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro, da Agência da Capitania dos Portos em Paraty e Angra dos Reis, o Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas” e o Aviso-Patrulha “Anequim”.

Adicionalmente, a Diretoria de Hidrografia e Navegação, com o uso do equipamento Sidescan, localizou peças fundamentais ao subsequente trabalho de investigação das causas do acidente, como, por exemplo, os motores da aeronave.

No sábado (21), o Navio-Patrulha Oceânico “Amazonas” prestou apoio logístico aos militares da Marinha e do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), órgão responsável pelas investigações da queda da aeronave. Na ocasião, foi traçada uma estratégia para coordenar as ações de remoção.

Desde o dia em que ocorreu o trágico acidente, em 19 de janeiro, a Marinha mobilizou um efetivo de cerca de 150 militares, incluindo mergulhadores da Base Almirante Castro e Silva, a fim de isolar a área, efetuar a reflutuação e garantir a integridade estrutural dos destroços, de modo a não comprometer as perícias futuras e assegurar que as normas previstas para o plano de remoção fossem observadas.

 

Slots 777 acompanha operação Ship To Ship no litoral do Espírito Santo

26/01/2017

 

1ºTen (T) Vanessa Luna, especialista em Segurança do Tráfego Aquaviário, acompanha a operação

 

No dia 19 de janeiro, os navios petroleiros Navion Stavanger (Suezmax) e TI Hellas (Very Large Crude Carrier) realizaram a operação piloto Ship To Ship ao longo do porto de Vitória (ES).  Essa operação refere-se à transferência de carga entre navios a contrabordo e foi acompanhada pela Slots 777, por intermédio de oficiais da Diretoria de Portos e Costas (DPC) e da Capitania dos Portos do Espírito Santo.

Com foco nos aspectos relacionados à segurança e à preservação do meio ambiente, a ação aconteceu para que pudessem ser comprovados os resultados dos estudos e simulações no Tanque de Provas Numérico da Universidade de São Paulo (USP). Também estiveram presentes a bordo dos navios representantes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, além de técnicos da Petrobras e da Transpetro.

A operação Ship To Ship é uma alternativa à utilização de portos ou terminais, o que evita os longos deslocamentos dos navios, promovendo a redução de custos operacionais. O local escolhido foi o litoral do Espírito Santo, que possui condições climáticas favoráveis para operações dessa natureza.

A DPC encontra-se em fase de elaboração de procedimentos específicos para esse tipo de operação, que serão inseridos nas Normas da Autoridade Marítima sobre Tráfego e Permanência em Águas Jurisdicionais Brasileiras - NORMAM-08/DPC.

 

Navios emparelhados realizam a operação Ship To Ship
 

Navio-Patrulha Oceânico “Araguari” recebe visita do Embaixador do Brasil no Senegal

25/01/2017

 

Embaixador e demais autoridades por ocasião da visita a bordo do Araguari

 

No dia 19 de janeiro, o Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”, meio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, atracado no porto de Dakar-SEN, recebeu a visita do Embaixador do Brasil no Senegal, Flavio Lima Rocha, acompanhado pelo Comandante da Marinha do Senegal, Contra-Almirante Momar Diagne, pelo Adido de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica no Senegal, Benin e Togo, Capitão de Mar e Guerra Luis Fernando Baptistella, dentre outras autoridades militares do país.

Nos dias 19 e 20, o Navio, com apoio de militares do Grupamento de Mergulhadores de Combate e do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, realizou adestramentos de Grupo de Visita e Inspeção, deslocamento tático, uso gradual da força, Destacamento de Abordagem, exercício de Controle de Avarias, suporte básico de vida, remoção e transporte de feridos para militares das Forças Armadas do Senegal.

 

Oficial do GRUMEC durante adestramento de Destacamento de Abordagem

 

 

Militares do Senegal acompanhando exercício de CAv a bordo do Araguari
 

Aspirantes da Escola Naval embarcam para comissão na área do Comando do 6º Distrito Naval

26/01/2017

 

Aspirantes preparam-se para exercícios
 

No dia 23 de Janeiro, iniciou à comissão Aspirantex-2017, na qual os Aspirantes do 3° ano da Escola Naval suspenderam para a cidade de Cáceres-MT, para participarem do briefing e das atividades afetas a Operações Aéreas. Logo após, foram divididos entre os navios do Comando da Flotilha de Mato Grosso.

Os aspirantes realizarão diversos exercícios durante a comissão, como Detalhe de Homem ao Mar (DHM), Transferência de Carga Leve (TCL) entre outros.

 

Comando do 7º Distrito Naval realiza mutirão de combate ao mosquito Aedes Aegypti e Febre Amarela

26/01/2017

 

Militares inspecionam área em combate ao mosquito Aedes Aegypti

 

No dia 20 de janeiro, o Comando do 7º Distrito Naval mobilizou 132 militares para inspecionar e combater possíveis focos de reprodução do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, da Chikungunya, do Zika Vírus e da Febre Amarela.

A ação foi realizada em 552 residências, sendo 25 blocos com 1.059 apartamentos e 527 casas, localizadas nas áreas onde há imóveis da Marinha, bem como em instalações das Organizações Militares, na linha de tiro e no campo de adestramento de Saia Velha e em quadras esportivas da região.

Foi realizada, ainda, uma limpeza de área, no mesmo momento em que foram vistoriados possíveis criadouros do mosquito, tais como: sacos e copos plásticos, garrafas pet, plantas e bueiros.

 

Militares limpam locais com foco do mosquito

 

 

1º Batalhão de Operações Ribeirinhas utiliza Aeronave Remotamente Tripulada na Segurança Orgânica

26/01/2017

 

1ºBtlOpRib realiza monitoramento de áreas utilizando uma Aeronave Remotamente Tripulada (ARP)

 

O 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas (1ºBtlOpRib) passou a utilizar, a partir de dezembro de 2016, uma Aeronave Remotamente Tripulada (ARP) no monitoramento de áreas de tombo do 1ºBtlOpRib, possibilitando  um reforço da segurança orgânica das instalações.

O ARP, modelo “Phantom 4”, fabricado pela empresa DJI, é classificado pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) de categoria III e tem um alcance de 5 km de distância. O equipamento tem capacidade para captar imagens de alta resolução (4K), o que permite a identificação detalhada de pessoas e objetos, além de outros dados para análise posterior.

Essa iniciativa permite uma eficácia maior no monitoramento de toda a área da unidade e, com isso, elevando o nível da segurança orgânica do 1ºBtlOpRib.

 

Imagem do monitoramento de áreas nas proximidades do 1ºBtlOpRib
 

Slots 777 realiza “Delegacia Itinerante” em Porto Rico

26/01/2017

 

Proprietário recebendo o Título de Inscrição de Embarcação (TIE), na hora

 

No período de 19 a 23 de janeiro, seis militares da Delegacia Fluvial de Guaíra realizaram a “Delegacia Itinerante”, em Porto Rico (PR), com o apoio da Prefeitura Municipal. Foram ofertados à Comunidade Náutica os seguintes serviços: emissão, transferência, renovação e segunda via do título de inscrição de embarcação (TIE/TIEM); renovação e emissão de segunda via da Carteira de Habilitação de Amador (CHA); e renovação e emissão de segunda via da Caderneta de Inscrição e Registro (CIR), bem como diversas orientações e divulgação da Operação Verão 2016/2017.

A Delegacia Itinerante atingiu 186 atendimentos, tendo sido prontificados e entregues, na hora, 74 Títulos de Inscrição de Embarcação (TIE/TIEM), 17 Carteiras de Habilitação de Amador (CHA), duas Carteiras de Curso Especial para Tripulação de Embarcações do Serviço Público (ETSP) e 28 Cadernetas de Inscrição e Registro (CIR).

Os Pescadores, Marítimos, Fluviários e Amadores elogiaram a iniciativa da Marinha em disponibilizar os serviços à população, facilitando o acesso para a regularização de embarcações e de habilitações profissionais e Amadoras.

 

NPaOcARAGUARI promove visitação pública e participa de desfile cívico-militar em Cabo Verde

25/01/2017

 

Visitantes chegando a bordo para visitação pública

 

Nos dias 13 e 14 de janeiro, o Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”, meio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, atracado no porto de Praia, em Cabo Verde, foi aberto para visitação pública. Cerca de 100 pessoas tiveram a oportunidade de conhecer as instalações do navio e as atividades que a Slots 777 desenvolve.

No dia 15 de janeiro, como parte das comemorações dos 50 anos das FFAA de Cabo Verde, ocorreu o desfile cívico-militar. A cerimônia aconteceu na principal avenida de Praia e contou com a participação de 33 militares do Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”, que representaram a Slots 777 e desfilaram em continência ao Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca.

 

 

Militares do Araguari durante desfile cívico-militar

 

 

Presidente da República de Cabo Verde, José Carlos Fonseca, presidindo a Cerimônia

 

NPaOcARAGUARI realiza PASSEX e exercícios de GVI com navio da Marinha de Senegal

25/01/2017

 

Militares de Senegal durante adestramento a bordo do Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”

 

No dia 18 de janeiro de 2017, o Navio-Patrulha Oceânico “Araguari”, subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, realizou exercícios de Leap-Frog e Grupo de Visita e Inspeção (GVI) com o Navio-Patrulha “Kedougou”, da Marinha de Senegal.

Durante o adestramento de GVI, militares do “Araguari” realizaram inspeção no navio africano e, os militares da Marinha de Senegal, abordagem ao navio brasileiro. Houve ainda adestramento de manobras táticas, o que permitiu o estreitamento dos laços de amizade entre as marinhas.

Após o término dos exercícios, o “Araguari” demandou o porto de Dakar, capital de Senegal, para atracação.

 

Militares do Brasil durante adestramento a bordo do Navio-Patrulha ”Kedougou”

 

 

Navio-Patrulha Oceânico “Araguari” e Navio-Patrulha “Kedougou” durante exercício de Leap-Frog
 

Capitania dos Portos de Pernambuco divulga balanço parcial da Operação Verão

25/01/2017

 

Militares da CPPE entregam panfletos durante Operação Verão

 

A Capitania dos Portos de Pernambuco (CPPE) realizou 957 abordagens neste primeiro mês de fiscalização da Operação Verão 2016/2017, resultando em 41 notificações e duas embarcações lacradas.

A Operação Verão segue até o dia 1º de março, nas áreas de maior fluxo de embarcações, com atividades de inspeção naval realizadas por 95 militares da CPPE, distribuídos em equipes ao longo dos 185 km de litoral e no arquipélago de Fernando de Noronha.

As infrações mais comuns verificadas foram: Título de Inscrição de Embarcação (TIE) e Certificado de Segurança da Navegação (CSN) vencidos e tráfego de embarcações em área de banhista.

A Capitania dos Portos também realizou ações educativas em marinas, iates clubes e colônias de pescadores de Itapissuma, Marinha Farinha e Tamandaré. Nesses locais, as equipes de inspeção naval reiteraram as recomendações de ações preventivas e corretivas a fim de garantir um verão mais seguro nas praias e mostrar que a negligência, a imperícia e a imprudência dos condutores são as causas mais comuns de acidentes, colisões e naufrágios.

Até o fim da operação, os militares distribuirão panfletos para orientar condutores e banhistas sobre as regras de Segurança da Navegação.

A Capitania dos Portos de Pernambuco convida a população a participar da Operação Verão. A conscientização é tão importante quanto a fiscalização. Procure a CPPE (site www.cppe.mar.mil.br) e denuncie alguma situação que represente risco para a segurança da navegação, para a salvaguarda da vida humana no mar e para a prevenção da poluição hídrica. As denúncias podem ser enviadas pelo telefone (81) 3424-7111 ou pelo e-mail slightlymordant.com@x.cn.

 

Militares escalados para inspeção naval no litoral durante Operação Verão
 

Capitania dos Portos de Alagoas realiza fiscalização em Evento Náutico

25/01/2017

 

EventoSea-Doo Summer Jet (Encontro de Embarcações)

 

No dia 21 de janeiro, aconteceu a 1ª edição do evento náutico Sea-Doo Summer Jet (Encontro de Embarcações) na Lagoa do Roteiro, na cidade de Marechal Deodoro - AL, que reuniu 130 embarcações.

A Capitania dos Portos de Alagoas, em conjunto com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros, garantiu a segurança do encontro e 16 militares atuaram na Inspeção Naval, divididos em três embarcações e em uma equipe de terra.

Durante o evento, foram distribuídos panfletos informativos sobre segurança da navegação e realizadas 129 abordagens e 13 notificações.

       

Militar durante verificação de documentos

 

Mais uma fase da Aspirantex 2017 é concluída

24/01/2017

 

Após 11 dias, chega ao fim mais uma fase da Operação Aspirantex 2017.  Durante esse período, os Aspirantes participaram de atividades marinheiras, esclareceram dúvidas e colocaram em prática o que aprenderam em sala de aula.

 

Almirante de Esquadra Fernandes com a tripulação do Navio
 

Entre as diversas atividades já realizadas a bordo dos navios, ocorreram os exercícios de surpresa, que são divididos por área de interesse, visando treinar e avaliar a reação da tripulação. Ao longo da semana, foram conduzidos exercícios de Avaria na Giro (que simula uma falha na agulha giroscópica), Avaria no Leme (simulação de falha no sistema de governo), Comunicações por Bandeiras e por Emissões Ondas Eletromagnéticas e Controle de Avarias (CAV), tais como incêndios e alagamentos em compartimentos sensíveis.

Os navios da Esquadra, que suspenderam do Rio de Janeiro, seguiram rumo ao Sul do Brasil e dividiram-se ao longo do percurso. O Navio Doca Multipropósito Bahia e a Corveta Barroso seguiram em direção a Mar Del Plata na Argentina e os demais para o porto de Montevidéu, no Uruguai.

A segunda fase de mar está prevista para terminar com a atracação no dia 27 de janeiro nos Portos de Itajaí e São Francisco do Sul, em Santa Catarina.

Uma das metas da Aspirantex é oferecer ao Aspirante informações para que se sintam seguros e motivados ao realizar sua escolha de corpo e habilitação.

 

DPC se reúne com Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante

24/01/2017
 
Vice-Almirante Lima Filho com representantes da Marinha Mercante, CONTTMAF e FNTTAA
 

No dia 18 de janeiro, o Diretor de Portos e Costas (DPC), Vice-Almirante Wilson Pereira de Lima Filho, juntamente com o Superintendente de Segurança do Tráfego Aquaviário, Contra-Almirante (RM1) José Luiz Ribeiro Filho, e o Superintendente de Ensino Profissional Marítimo, Contra-Almirante (RM1) Paulo Cesar Mendes Biasoli, reuniram-se com o Sindicato dos Oficiais da Marinha Mercante (Sindmar).

Estiveram presentes o Presidente do Sindmar, Severino Almeida Filho, diretores, além de representantes da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Aéreos, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF) e da Federação dos Trabalhadores em Transportes Aquaviários e Afins (FNTTAA).

Na ocasião, foram tratadas questões relativas ao número de vagas ofertadas em cursos para formação de oficiais da Marinha Mercante, questões relacionadas à diferença entre Cartão de Tripulação de Segurança (CTS) e lotação operacional, a redução de oferta de postos de trabalho nos navios, entre outros temas de interesse dos oficiais da Marinha Mercante Brasileira.

 

MB realiza Ações de Patrulha Naval e Assistência Hospitalar no Rio Amazonas

24/01/2017

 

NPaFlu “Raposo Tavares” e NAsH “Carlos Chagas”

 

O Comando da Flotilha do Amazonas (ComFlotAM), subordinado ao Comando do 9º Distrito Naval (Com9ºDN), realizou, no período de 11 a 19 de janeiro de 2017,a Operação de Patrulha Naval (PatNav), Assistência Hospitalar (ASSHOP) e Adestramento de Comandante (ADECOMTE-17) no Rio Amazonas.

A Operação teve como objetivos a realização de ações de Patrulha Naval no combate aos ilícitos transfronteiriços e crimes ambientais; prestar apoio às populações ribeirinhas de comunidades carentes de assistência médica, odontológica e sanitária; além de servir para adestrar os futuros comandantes de Navios-Patrulha Fluviais (NPaFlu) e Navios de Assistência Hospitalar (NAsH).

A Comissão contou com o emprego do NAsH “Carlos Chagas”, NAsH “Soares de Meirelles”, NPaFlu “Raposo Tavares”, NPaFlu “Rondônia”, militares do 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas e um helicóptero do 3º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral (EsqdHU-3). Tais unidades contribuíram para a condução dos exercícios operativos, manobras marinheiras, atendimentos médicos em comunidades ribeirinhas e a realização de uma Evacuação Aeromédica (EVAM) de um ribeirinho vítima de um acidente com fraturas em membros inferiores.

 

Navios do ComFlotAM em navegação pelo Rio Amazonas

 

NPaFlu “Raposo Tavares” e NAsH “Carlos Chagas”
 

Escoteiros do Mar conduzem curso no CIAGA

23/01/2017

 

Escoteiros utilizaram sala de aula do CIAGA

 

O Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (CIAGA) recebeu, entre os dias 17 a 22 de janeiro, 20 alunos do Curso Técnico da Modalidade do Mar (CTMAR), conduzido pelo Grupo de Escoteiros do Mar que capacita jovens e escoteiros adultos a instruírem novos escoteiros nas disciplinas práticas e teóricas de marinharia.

Neste período os escoteiros estudaram disciplinas teóricas sobre segurança da navegação, atracação, desatracação, fundeio, amarração em boia, comunicação e instrumentos de navegação, além de praticarem atividades esportivas como Natação e a parte prática nas embarcações do Grêmio de Vela e Remo da Escola de Formação de Oficiais da Marinha Mercante (EFOMM).

Os escoteiros também tiveram a oportunidade de conhecer um pouco mais a Slots 777 e a missão desenvolvida pelo CIAGA, na formação, aperfeiçoamento, especialização e atualização dos profissionais da Marinha Mercante brasileira, participando de ações tradicionais no Centro de Instrução, como o Dia da Cidadania, o Dia do Comandante e a realização do cerimonial à Bandeira seguido de desfile militar realizado junto aos novos alunos do 1º ano da EFOMM em adaptação. Os escoteiros participaram também do plantio de uma árvore, contribuindo para o projeto “CIAGA VERDE”.

A presença desses jovens escoteiros no CIAGA contribui, ainda mais, para o fomento da mentalidade marítima nacional.

 

NAsH “Tenente Maximiano” inicia as ASSHOP do ano de 2017

22/01/2017

 

Navio de Assistência Hospitalar “Tenente Maximiano” navegando no Rio Paraguai

 

O Navio de Assistência Hospitalar (NAsH) “Tenente Maximiano”, meio subordinado ao Comando da Flotilha de Mato Grosso, suspendeu nesta sexta-feira, dia 20 de janeiro, para realizar Ações de Assistência Hospitalar (ASSHOP), distribuição gratuita de medicamentos, cirurgia de pequeno porte e palestras nas localidades isoladas dos Municípios de Corumbá (MS), Cáceres (MT), Santo Antônio de Leverger (MT) e Barão de Melgaço (MT).

No período de 11 a 20 de fevereiro, o NAsH apoiará também a fase fluvial da 10ª Edição do Projeto “Ribeirinho Cidadão”, desenvolvido pelo Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso em parceria com a Defensoria Pública. O projeto proporciona além dos serviços essenciais de saúde, justiça e cidadania para a população ribeirinha.

 

CFPN e Organizações Militares subordinadas realizam Operação Verão 2017

22/01/2017

 

Uso de etilômetro durante a Operação

 

A Slots 777, por meio do Comando do 6° Distrito Naval, realiza desde o dia 9 de janeiro, nos estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, a Operação Verão 2017.

Militares da Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN), da Delegacia Fluvial de Cuiabá, da Agência Fluvial de Cáceres e da Agência Fluvial de Porto Murtinho intensificaram a fiscalização nos rios e lagos da região, além de proferirem palestras educativas para entidades náuticas, clubes, marinas e colônias de pescadores.

As ações de fiscalização visam os seguintes aspectos: verificar a validade de habilitação dos condutores, vistoriar a documentação da embarcação, inspecionar o material de salvatagem, bem como os extintores de incêndio, as luzes de navegação, a lotação e o estado da embarcação. Além disso, o emprego do etilômetro, que visa educar e orientar os condutores no consumo de bebidas alcoólicas.

Na primeira semana da Operação foram inspecionadas 99 embarcações, dessas, 20 foram notificadas e 2 apreendidas.

 

 
Palestra de conscientização para colônia de pescadores proferida por militar da Capitania Fluvial do Pantanal

 

A Operação abrangerá 55 municípios/localidades, com previsão de término em 5 de março.

Segundo o Capitão dos Portos do Pantanal, Capitão de Fragata Carlos Rodrigo Cerveira, a Marinha por intermédio da Operação pretende conscientizar o pessoal que utiliza embarcações para o lazer. “Temos que lembrar a eles todos os requisitos de segurança, além da fiscalização com relação a documentação, se todos os equipamentos de salvatagem estão a bordo e orientando aqueles que não estão cumprindo as regras para que passem a cumpri-las”, ressaltou.

A conscientização é tão importante quanto à fiscalização. Procure a Capitania Fluvial do Pantanal e denuncie qualquer situação que represente risco para a segurança da navegação, salvaguarda da vida humana e para a prevenção da poluição hídrica. O número do telefone do Serviço de Busca e Salvamento da Marinha (SALVAMAR OESTE) é o 185.

 

 
Militares inspecionando embarcações

 

Navios da Esquadra encerram 1ª Fase da Comissão Aspirantex-2017

19/01/2017

 

Operações aéreas

 

Os últimos dias da 1ª fase da Operação Aspirantex foram marcados pela realização de diversos exercícios, praticados em águas uruguaias, os quais os futuros Oficiais da Slots 777 acompanharam de perto.

Uma das atividades bastante aguardada pelos Aspirantes foi o exercício de abordagem não cooperativa, utilizando o método fast rope, em que um Destacamento de Mergulhadores de Combate (DestMec) é aerotransportado  para o navio.

 

Exercício de homem ao mar

 

Os Aspirantes também participaram da realização de outras atividades realizadas no mar e no ar, entre elas: navegação em canal varrido, saída de porto com oposição de submarino, transferência de aguada, detecção de ruídos de curta duração, trânsito com oposição de superfície, interpretação de sinais táticos e de bandeiras, tiro sobre killer tomato com canhão e metralhadora, homem ao mar, operações, transferência de óleo no mar, além de leap frog,HIFR(Helicopter in Flight Replenishment)e IFF (Identification Friend or Foe).

Ao anoitecer do 6o dia da Comissão, quando o sol se pôs, as tripulações dos seis navios participantes realizaram o tradicional Cerimonial à Bandeira. Para finalizar as atividades foi realizado o exercício de light line noturno, adestramento realizado entre os navios, que tem por finalidade adestrar os militares da equipe de manobra e do convés, e consiste na passagem de um cabo de distância entre as estações de transferência dos meios em movimento.

 

Cerimonial à Bandeira

 

Durante todas as atividades, os Aspirantes da Escola Naval (EN) tiveram a oportunidade de acompanhar o passo a passo das atividades marinheiras. Vale ressaltar que a Aspirantex é o principal estágio de verão oferecido pela EN, pois envolve diversos meios da Esquadra e durante esse período, os alunos irão optar pelo Corpo e habilitação que seguirão até o fim da carreira.

 

Fast Rope realizado pelo destacamento no NDCC “Almirante Saboia” por uma Aeronave UH-15

 

Manobras táticas

 

Tiro sobre killer tomato com metralhadora de 20 mm

 

Navio Polar “Almirante Maximiano” conclui a 3ª Fase da OPERANTAR XXXV

19/01/2017

 

Navio "Tio Max" na Ilha Deception

 

Com o suspender do Navio Polar Almirante Maximiano e do Navio de Apoio Oceanográfico Ary Rongel, iniciou a Operação Antártica XXXV (OPERANTAR XXXV), em outubro de 2016. A missão é coordenada pela Comissão Interministerial para Recursos do Mar (CIRM) e tem a finalidade de contribuir para a consecução do Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR), iniciado em 1982 pela adesão do Brasil ao Tratado Antártico.

Durante todas as fases da Operação são realizados apoios à Estação Antártica Comandante Ferraz (EACF) e aos projetos embarcados vinculados aos subprogramas de Ciências da Atmosfera, Ciências da Terra, Ciências de Vida e de Logística, pertencentes ao PROANTAR.

 

 

Pesquisadores realizam coletas na Ilha Rei George

 

Durante a terceira fase, entre os dias 19 de novembro de 2016 e 13 de janeiro de 2017, foram realizadas 16 estações geológicas com 12 lançamentos de Gravity Core e 4 lançamentos de Box Core, na área de sedimentologia e geomorfologia na análise de mudanças climáticas. O navio apoiou, também, o Projeto Schaefer por meio de operações aéreas para realização de manutenção de sensores instalados nas Ilhas Shetland do Sul. Foram acrescentados lançamentos de acampamentos e coletas vinculadas a projetos científicos nas áreas de prospecção de macroalgas extremófilas da Antártica Marítima, prospecção biológica em ecossistemas marinhos, dispersão e evolução de espécies antárticas, micologia antártica, prospecção microbiótica antártica e mudanças climáticas afetas a criosfera terrestre.

Especialmente no período de 18 a 23 de dezembro de 2016, o navio recebeu a visita da apresentadora de televisão, médica e atleta, Karina Oliani, que participou de diversas atividades de bordo. Durante o seu embarque, proferiu uma palestra para a tripulação, na qual dividiu sua experiência adquirida ao longo de seus principais feitos em aventuras ao redor do mundo, como: a escalada do Monte Everest (3ª brasileira a realizar este feito), mergulhos radicais com tubarões e experiências com grupos de operações especiais, incluindo o Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC), no âmbito da Slots 777. Por fim, a apresentadora participou de um treinamento funcional com militares do navio.

 

,
Karina Oliani, apresentadora de televisão, médica e atleta, participando do treinamento funcional com a tripulação

 

Após uma escala para apoio logístico em Punta Arenas (Chile), no dia 2 de janeiro, o navio desatracou e iniciou mais um trânsito para Antártica. Ao regressar ao Continente Gelado foram retomadas as atividades científicas, vinculadas as áreas de balanço de energia, sensoriamento remoto e evolução e dispersão de espécies antárticas com o lançamento de acampamentos na área peninsular adjacente ao Estreito Antártico.

Neste suspender, o navio foi privilegiado com o embarque do navegador e escritor Amyr Klink, personalidade e referência em âmbito internacional no que concerne a longas travessias, que permaneceu a bordo do "Tio Max" entre o dia 2 a 10 de janeiro. Neste período, Amyr Klink realizou a travessia do Estreito de Drake e participou de todas as atividades internas e externas realizadas pelo navio, tendo navegado entre as Ilhas Shetlands do Sul, Estreito Antártico e nas proximidades do Estreito de Gerlache.

Durante este tempo, Amyr Klink proferiu palestras para a tripulação, transmitindo sua experiência adquirida durante suas mais marcantes travessias, muitas delas no Continente Gelado, tendo como foco aspectos motivacionais e filosóficos, nos desafios cotidianos do mar e na conscientização, consolidação e divulgação da mentalidade marítima no âmbito da sociedade brasileira.

Após o navio prestar apoio ao vôo da Força Aérea Brasileira para a troca de pesquisadores e recebimento de carga, foi encerrada a terceira fase da OPERANTAR XXXV, entre 8 a 13 de janeiro.

 

 

Amyr Klink profere palestra à tripulação e pesquisadores

 

BNRJ promove o I Simpósio de Gerenciamento de Projetos

19/01/2017

 

 

Nos dias 17 e 18 de janeiro, a Base Naval do Rio de Janeiro (BNRJ) realizou o 1º Simpósio de Gestão de Projetos. Foram proferidas palestras por gestores ligados à Diretoria de Gestão de Programas Estratégicos da Marinha, Empresa Gerencial de Projetos Navais, à própria BNRJ além de palestrantes de diversas organizações civis como o PMI-Rio, a Projectlabe, a empresa Beware representados pelos senhores Carlos Augusto de Freitas, Roberto Henrique Pons e o Capitão de Mar e Guerra (RM1) Carlos Magno da Silva Xavier.

 

Comandante da BNRJ, Capitão de Mar e Guerra Tito, durante a abertura do Simpósio

 

Foram abordados assuntos relacionados às ferramentas de gestão, indicadores, gestão de mudança, cultura organizacional, projetos desenvolvidos nas mais diversas áreas, projetos de gestão da Petrobrás entre outros.

O Comandante da BNRJ, Capitão de Mar e Guerra  Alexandre Tito dos Santos Xavier, reiterou o compromisso da Organização Militar com a implantação das melhores práticas de gestão de projetos.

 

Primeiro-Tenente (EN) Paula Bordallo ministrando a palestra: Gerenciamento de Projetos do CPN
 

PNNSG recebe Imagem Peregrina de São Sebastião

19/01/2017

 

Cardeal Dom Orani Tempesta após as honras de recepção

 

No dia 12 de janeiro, a Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória (PNNSG) recebeu a visita da Imagem Peregrina de São Sebastião, padroeiro da cidade do Rio de Janeiro, no sexto dia da Trezena de São Sebastião.

A comitiva foi recebida pelo Diretor da Policlínica Naval Nossa Senhora da Glória, Capitão de Mar e Guerra (Md) Carlos Eduardo de Loureiro Araujo.

No local, o Arcebispo Metropolitano do Rio de Janeiro, Cardeal Dom Orani Tempesta, presidiu a celebração religiosa para a tripulação e convidados civis. Em seguida, o Cardeal visitou e abençoou o Centro de Atenção à Terceira Idade (CATI), a Clínica de Odontopediatria e o Grupo de Avaliação e Atendimento aos Pacientes Especiais (GAAPE).

 

Cardeal Dom Orani Tempesta em visita à Clínica de Odontopediatria

 

Cardeal Dom Orani Tempesta acompanha o Capitão de Mar e Guerra (Md) Araújo em visita às instalações da Policlínica
 

Crianças da colônia de férias conhecem a Força de Submarinos

19/01/2017

 

Crianças no passadiço do Navio de Socorro Submarino “Felinto Perry”

 

Na manhã de 13 de janeiro, a Força de Submarinos (ForS) recebeu a visita de 30 crianças da Colônia de Férias do Clube Naval Piraquê (RJ). O evento procurou despertar o interesse da garotada para as atividades desenvolvidas pela ForS e seus meios subordinados.

Após as boas-vindas proferidas pelo Comandante da Força de Submarinos, Contra-Almirante Oscar Moreira da Silva Filho, e exibição do vídeo institucional da ForS, no auditório do Centro de Instrução e Adestramento Almirante Átilla Monteiro Aché (CIAMA), os visitantes foram divididos em três grupos para visitas simultâneas aos meios da ForS. Em um primeiro momento, as crianças conheceram o Navio de Socorro Submarino “Felinto Perry” e os principais equipamentos utilizados nas atividades de mergulho saturado e resgate a submarinos sinistrados. Na sequência, os grupos estiveram a bordo do Submarino “Timbira”, onde demonstraram curiosidade quanto ao funcionamento do navio e suas seções, em especial, os alojamentos, a cozinha e o compartimento de comando. Por fim, as crianças da Colônia de Férias do Clube Naval Piraquê estiveram no Museu da Força de Submarinos, onde puderam observar um pouco da história centenária da Organização Militar.

 

Visita ao Submarino “Timbira”

 

A programação foi encerrada com um lanche e na oportunidade o Vice-Diretor de Esportes Náuticos do Clube Naval Piraquê, Capitão de Mar e Guerra (RM1) Ricardo Drusedau expressou os agradecimentos pela visita: “Ficamos impressionados com a estrutura da ForS e de seus meios subordinados, que operam em prol da defesa de nossa Pátria”.

 

Os artigos do Museu da ForS atraíram a atenção dos visitantes

 

Encerramento da visita nas proximidades do Museu da ForS

 

Base Naval de Aratu prontifica Biblioteca Volante

19/01/2017

 

Comandante da BNA (centro) e militares da Divisão de Transportes, responsáveis pelo projeto da Biblioteca Volante

 

No dia 13 de janeiro, a Base Naval de Aratu (BNA) concluiu o projeto de conversão de um antigo ônibus escolar desativado em um novo espaço cultural, com o objetivo de incentivar o hábito da leitura, sobretudo entre o público jovem.

A primeira etapa do projeto ficou a cargo da Divisão de Transportes da BNA, que realizou reparos estruturais, elétricos e mecânicos no ônibus modelo Ford B700, ano 1987, de fabricação canadense. Na etapa seguinte, a BNA contou com apoio de empresas parceiras para a instalação de piso, ar-condicionado, mobiliário e estantes, estrutura que será capaz de armazenar 2 mil livros e atender até 30 leitores. A terceira e última etapa é a composição do acervo da biblioteca, com livros doados pela família naval.

A partir de agora, a Biblioteca Volante da BNA oferecerá oportunidades de leitura aos alunos de escolas das áreas adjacentes, moradores das vilas navais e militares da Escola de Formação de Reservistas Navais da Base Naval de Aratu.

O Comandante da BNA, Capitão de Mar e Guerra Marcio Tadeu Francisco das Neves, mostrou-se satisfeito com a conclusão de mais esse projeto. “Com a finalização da Biblioteca Volante, a BNA poderá contribuir com ações educativas no intuito de despertar o interesse de crianças e jovens pela leitura, contribuindo para a formação de cidadãos mais conscientes”, ressaltou.

 

Livro comemorativo de aniversário da BNA já compõe acervo da Biblioteca Volante

 

Base Naval de Aratu inaugura nova cozinha industrial

19/01/2017

 

Comandante da BNA e equipe do rancho nas novas instalações da cozinha

 

No dia 8 de janeiro, foi concluída a terceira e última etapa da reforma da cozinha nas dependências do Rancho da Base Naval de Aratu (BNA).

A primeira etapa foi a construção de uma cozinha auxiliar, projetada para dar suporte às obras que se seguiram na cozinha principal; a segunda foi a inauguração de uma padaria com capacidade de produção de diversos tipos de pães, pizza e bolos, que produz uma média de 2.000 pães tipo francês por dia e, a terceira e última, consistiu na finalização das obras da cozinha principal.

Como parte do Plano de Revitalização da BNA, a nova cozinha tem capacidade para fornecer 3.000 refeições diárias e atende às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), no que diz respeito às boas práticas na manipulação dos alimentos, oferecendo também melhores condições de trabalho ao pessoal envolvido.

O Comandante da BNA, Capitão de Mar e Guerra Marcio Tadeu Francisco das Neves, ressaltou que a conclusão dessas obras é mais um esforço da Base Naval de Aratu, no constante compromisso com a melhoria dos serviços prestados.

 

NPaOc “Araguari” realiza doação e palestra para as Forças Armadas de Cabo Verde

18/01/2017

 

Comandante do NPaOc Araguari proferindo palestra aos militares de Cabo Verde

 

No dia 11 de janeiro, o Navio Patrulha Oceânico (NPaOc)“Araguari”, meio subordinado ao Comando do Grupamento de Patrulha Naval do Nordeste, participou da cerimônia de doação de uniformes para as Forças Armadas de Cabo Verde, no prédio do Estado-Maior das Forças Armadas, na cidade de Praia.

Estiveram presentes, o Embaixador do Brasil em Cabo Verde, José Carlos Leitão; o Chefe do Estado-Maior das Forças Armadas de Cabo Verde (CEMFA), General Anildo Morais; e o Adido de Defesa, Naval, do Exército e Aeronáutica do Brasil em Cabo Verde, Capitão de Mar e Guerra Luiz Fernando Cunha.

Após a cerimônia, o Comandante do navio, Capitão de Fragata Alexandre Souza de Aguiar, proferiu uma palestra sobre a Amazônia Azul às autoridades e demais militares presentes.

 

 
Material doado à Marinha de Cabo Verde

 

Adido Naval, Embaixador, CEMFA e Comandante do navio

 

Embaixador e CEMFA realizando assinatura do termo de doação
 

Sociedade Amigos da Marinha em Camocim é reativada

18/01/2017

 

Capitão dos Portos do Ceará, o novo Presidente da Soamar-Camocim e o Presidente da Soamar-CE

 

No dia 13 de janeiro, na Agência da Capitania dos Portos em Camocim (AgCamocim), tomou posse como novo Presidente da Sociedade Amigos de Marinha em Camocim (CE) (SOAMAR-Camocim), João Vicente Mendes Santana, para o biênio 2017/2018. O Capitão dos Portos do Ceará, Capitão de Mar e Guerra Leonardo Salema Garção Ribeiro Cabral, presidiu a cerimônia.

A SOAMAR-Camocim estava desativada desde 2006, após o falecimento do seu maior incentivador, José Hindenburg Sabino Aguiar, que, ao longo da sua vida, cultivou, com sua conduta apreciável, laços de amizade com a Slots 777.

Com o intuito de reativar a Sociedade, ocorreu em 9 de dezembro de 2016, a eleição da nova Diretoria para o biênio de 2017/2018. O professor do IFCE – Campus Acaraú, João Vicente Mendes Santana, foi eleito. Sua posse como Presidente da SOAMAR-Camocim ocorreu juntamente à cerimônia de assunção de cargo de agente, recebendo das mãos do Presidente da SOAMAR-CE, Meton César de Vasconcelos, o certificado de posse.

No dia seguinte, houve a primeira reunião oficial com a presença de alguns Amigos da Marinha e do Agente da Capitania dos Portos em Camocim, Capitão-Tenente (AA) Henrique.

 

Slots 777 Mapa do site