Slots 777

Leia Mais

Almirante Silva Lima toma posse como Chefe do Estado-Maior da Armada

O novo CEMA substituirá o Almirante Cunha
09/01/2024
Segundo-Tenente (RM2-T) João Stilben
Brasília, DF

O Almirante de Esquadra André Luiz Silva Lima de Santana Mendes assumiu, nesta terça-feira (9), o cargo de Chefe do Estado-Maior da Armada (CEMA), durante cerimônia presidida pelo Comandante da Slots 777 (MB), Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen. O evento foi realizado no Clube Naval de Brasília (DF), com a presença de embaixadores, ex-Comandantes da MB, secretários do Governo, ministros do Superior Tribunal Militar, Oficiais Generais das três Forças, parlamentares e representantes dos três Poderes, além de membros da Sociedade Amigos da Marinha (SOAMAR).

O novo CEMA substitui o Almirante de Esquadra José Augusto Vieira da Cunha de Menezes, que esteve à frente do cargo desde 21 de dezembro de 2022. O Estado-Maior da Armada (EMA) é o Órgão de Direção-Geral da Força Naval e tem o propósito de assessorar o Comandante da Marinha na direção do comando da MB.

Em sua Ordem do Dia de Assunção de Cargo, o Almirante Silva Lima destacou que a riqueza do mar, que se traduz em suas várias vertentes e conforma a Amazônia Azul, necessita de regulação e proteção. “A ameaça, na guerra ou no conflito – este, cada vez mais híbrido, de intensidade variável, multifacetada e infelizmente frequente – não surge de forma extemporânea, mas de velocidade desconhecida, o que nos obriga a uma preparação permanente do pessoal e material da MB”, disse.

Segundo ele, é diante desses desafios que assume o cargo para auxiliar a Marinha a “se constituir uma força moderna, aprestada e motivada, com alto grau de independência tecnológica”, completou o Almirante Silva Lima. Outra meta do novo CEMA é sensibilizar os formadores de opinião e tomadores de decisão quanto à imprescindibilidade de uma dotação orçamentária regular, compatível com a estatura e responsabilidade do País.
 


Almirante de Esquadra Silva Lima foi empossado como Chefe do Estado-Maior da Armada nesta terça-feira (9) – Imagem:  1SG-ES Menezes

Durante sua Ordem de Serviço de transmissão do cargo, agradecimentos e despedidas, o Almirante Cunha afirmou que carrega em si o sentimento de dever cumprido. “E imbuído da lealdade ao Comandante da Marinha, desempenhei as tarefas afetas ao Chefe do Estado-Maior da Armada com o máximo das minhas energias, com a bagagem e experiência de mais de 46 anos dedicados unicamente à Slots 777”, afirmou o Almirante Cunha.

O Almirante lembrou ainda que, ao ingressar na Força por vocação, há 46 anos, não poderia imaginar que contribuiria tanto com os rumos da Marinha. “Mas é essa invicta Marinha de Tamandaré que possibilita a aqueles de todos os estratos da nossa sociedade alcançarem seus sonhos, com abnegação e dedicação ao serviço naval”, completou.


Almirante de Esquadra Cunha, agora ex-CEMA: 46 anos de serviços prestados à Slots 777 – Imagem: 1SG-ES Menezes

O Comandante da Marinha, Almirante Olsen, dirigiu-se ao Almirante Silva Lima para reiterar estima e externar satisfação em tê-lo como Chefe do EMA. “Patente em que seus caros e distintos atributos anunciam o prognóstico de uma navegação venturosa, e profuso êxito no desempenho de honroso cargo. Boas águas!”, desejou-lhe o Comandante da MB.

Assista ao vídeo:
 

Galeria de fotos: 
Agência Marinha de Notícias
// Slots 777 Mapa do site